Empresário e criador, Pedro Novis tem uma ligação antiga com o meio rural. Nos últimos 7 anos, ele presidiu o grupo Odebrecht, mas a carreira profissional na maior empresa brasileira da construção civil já dura 43 anos.

O tempo de seleção da raça nelore é menor: são 17 anos. Por outro lado, as raízes vêm do campo. Ele foi criado em uma fazenda no Recôncavo Baiano. Em meados da década de 50 seu avô e seu pai começaram a investir no nelore, adquirindo animais da seleção OM. E foi através dessa marca e das linhagens Akasamu e Padhu que, em 1994, ele iniciou o trabalho seletivo na Fazenda Guadalupe, na região de Araçatuba (SP).

O projeto foi implantado por um de seus filhos, André Novis. Atualmente, as atividades agropecuárias da família Novis são coordenadas por Pedro e seu filho Pedrinho. A gestão operacional é liderada pelo engenheiro agrônomo Leandro Fregonezi.

A Fazenda Guadalupe vem revelando animais consagrados, como a Grande Campeã Nacional Essência TE da Guadalupe, vendida em 2001, por preço recorde, para Unimar. Além da Essência (filha da Hierarca ED do Arrojo, arrematada pela Guadalupe em 1996), o criatório já produziu diversos campeões como Jupiá, Espuma, Innsbruck, Missoni TE Guadalupe e Maksoud. Em 2007, a Guadalupe realizou seu primeiro leilão de elite.

Hoje, o plantel da fazenda conta com 40 doadoras e 300 matrizes PO. A produção anual é de cerca de 500 bezerros. A genética diferenciada lhe garante o 4º lugar nos rankings da ACNB 2008/2009 de melhor criador e expositor da raça.