COMISSÁRIO GERAL FISCALIZA OBRAS EM VIADUTO

 

No dia 03 de fevereiro p.p. a GS Inima SAMAR foi notificada pela concessionária Via Rondon sobre um extravasamento de esgoto no cruzamento do viaduto no final da avenida Joaquim Pompeu de Toledo com a via marginal Marcos Toquetão. Na sexta-feira (04/02), equipe e técnicos da SAMAR estiveram no local, pois a sondagem inicial demonstrou tratar-se de uma intervenção mais complexa pois o emissário que passa subterraneamente no local já havia apresentado um extravasamento no ano passado no lado oposto do viaduto. O temor dos técnicos é de que houvesse alguma obstrução no trecho do emissário que passa por baixo da estrutura do viaduto.

No trabalho de sondagem foi aberto um PV na Rua Marcos Toquetão que estava encoberto e se encontrava a aproximadamente 50 cm da superfície e recebe descarga de mais de uma tubulação, mas felizmente o ponto de obstrução estava em uma área acessível, onde foi possível fazer uma grande abertura e realizar a troca de um trecho da tubulação. No final de semana não foi possível concluir o reparo, devido às chuvas que precipitaram no domingo.

Na visita de inspeção técnica (dia 07/02) dirigida por Márcio Saito, havia uma equipe da SAMAR no local e já estava na fase final da manutenção. A conclusão das obras e liberação total da via deverá ocorrer nesta terça-feira (08/02).

Quanto ao projeto de passagem de um novo traçado deste emissário, ele já foi concluído pela equipe de projetos da SAMAR e a sua execução já foi autorizada pela concessionária Via Rondon. O novo emissário será instalado por uma empresa contratada pela SAMAR para remanejamento de redes, e este está incluído no novo contrato.

AGÊNCIA REGULADORA VISITA TROCA DE PV NA RUA AURIFLAMA

Na tarde de segunda-feira (07), uma equipe da AGRF (Agência Reguladora e Fiscalizadora – DAEA), liderada pelo seu comissário Geral, Márcio Saito, foi até a Rua Auriflama, esquina com a Rua Nova Luzitânia para inspeção de uma troca de PV informada pela própria GS Inima SAMAR.

A ocorrência foi gerada devido ao antigo PV, que foi colapsado e se deu como necessário a troca por um mais novo. Quando a AGRF chegou ao local o buraco já tinha sido aberto, com uma profundidade de 2 metros. Como a equipe não tinha uma barra de proteção, a escavação foi feita em sistema de escada para maior segurança dos trabalhadores.

A previsão de término foi estabelecida para as 17h do mesmo dia, mas a equipe da SAMAR informou que deve se estender até as 18h30.

pt_BRPortuguese